quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Criação


Creation - 2009

Paul Bettany faz o papel de Charles Darwin e seu dilema entre ciência e religião. Muitos flashbacks, a filha Annie morta que conversa com ele constantemente, a loucura quase se instalando, a paciência da esposa Emma (interpretada por Jennifer Connelly). Muito interessante o conflito das forças e as descobertas do gênio Darwin, discutido na época mas enterrado com pompas e circustâncias na Abadia de Westminster, em Londres. Poderia ter mais cenas mais sobre as viagens, sobre Galápagos principalmente, mas o filme concentra-se na confecção do livro "A Origem da Espécies".

Dicas da Argentina: o filme começa com a ida de Darwin à Terra do Fogo, na belíssima região de Ushuaia. O Parque Nacional da Terra do Fogo é a principal da remota região do continente sul. Mas a Argentina (apesar dos argentinos... nem todos, nem todos) tem muitas maravilhas para serem descobertas, além do alfajor.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

A Escuta


The Listening - 2006

Esse negócio de ficar escutando conversa dos outros, dá no que deu o filme A Escuta, sem nenhum ator famoso, mas um bom filme de espionagem e suspense. O filme é italiano e envolve interesses de empresas corporativas e a tentativa do protagonista Michael (um norte-americano que trabalha na Inglaterra) que envolve a inocente romana Francesca em uma situação de morte. Vai atrás do prejuízo, contra todos.

Dicas da Itália: o primeiro cenário que aparece é a Ilha de Elba, onde Napoleão passou os últimos dias da sua vida e que pertence a belíssima região da Toscana. A dica é alugar uma casa em Elba (preço vai de 300 a 700 euros por semana) e descansar a vida por lá. Outro cenário utilizado no filme e muito bonito são as montanhas durante a época do inverno na região de Turim. Tem desde montanha pra criança, até para percursos longos, que precisa de guia para conhecer o local. Mas é para quem gosta de neve e eu tô fora...

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Uma Semana


One Week - 2008

Ben (interpretado por Joshua Jackson) descobre que está com câncer às vésperas do casamento com Samantha. Compra uma moto usada (belíssima Norton preta) e vai descobrindo a vida pelas estradas entre Toronto e o oeste do país. Pelas paisagens canadenses e a trilha sonora, já vale a pena. Não é melodrama, mas um filme de surpresas...

Dicas do Canadá: Toronto é uma das cidades mais cosmopolitas do Canadá. Não tem o charme quebecois de Montreal ou Quebec, mas fica à beira do lago Ontario, tem uma torre para observação (CN Tower), Casa Loma, Museu de Tecnologia e uma vila que representa os pioneiros da cidade (Black Creek Pioneer Village). Reserve um bate-volta ou dois dias para conhecer Niagara Falls (cerca de 1 hora e meia de Toronto). Faça o caminho entre Niagara e a bela cidadezinha de Niagara-on-the-lake margeando o rio e se possível na época da folliage (outubro), quando a mapple leaf (símbolo da bandeira do Canadá) está vermelha. Inesquecível.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Mais Estranho que a Ficção


Stranger than Fiction - 2006

O comediante Will Ferrell do badalado Saturday Night Live, fazendo um dos seus primeiros papéis dramáticos, é Harold, um pacato cidadão que trabalha na Receita Fiscal. Totalmente metódico e previsível (chega a contar o número de escovadas na boca), tem sua vida virada do avesso quando descobre o amor (através da confeiteira Ana Pascal, interpretada por Maggie Gyllenhaal) e que é simplesmente o protagonista de um livro escrito por Emma Thompson. Quem pode auxiliá-lo ? O professor de literatura interpretado por Dustin Hoffman. Elenco afiadíssimo em um roteiros mais criativos da década. Para quem curte literatura, é um prato cheio...

Dicas de Chicago: a Cidade dos Ventos é belíssima, não só por estar à margem do lago Michigan, os passeios no Chicago River, mas por suas avenidas largas, prédios majestosos e principalmente a Magnificent Mile, os quarteirões das lojas e atrações imperdíveis na Michigan Avenue. A partir da segunda quinzena de novembro, a avenida fica preparada para a iluminação de natal (The Magnificent Mile Lights Festival) com direito a desfile de bandas e parada com os personagens da Disney. Na própria avenida, vários hotéis à disposição. Ficamos em um bem mais barato e confortável, da rede de motéis 6. Não fica na Michigan Avenue, mas a duas quadras. Vale a pena financeiramente para gastar o dinheiro em jazz, comida e passeios.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Um Sonho Possível


The Blind Side - 2009

Demorou mas finalmente Sandra Bullock (que Paulo Francis dizia que despontava para o anonimato...) ganhou a estatueta do Oscar de Melhor Atriz em 2010 por seu desempenho nesse filme. Nem sei se vai ganhar de novo, mas a estante da sala dela já está feliz. Na verdade, o protagonista do filme é a fé, a solidariedade, a bondade e a família. Um drama mas com toques de "filme para cima". Vale a pena assistir.

Dicas de Memphis: o que falar de Memphis, uma das cidades à beira do rio Mississipi (assim como Saint Louis e New Orleans) mas que tem como principal atração Graceland, a casa onde Elvis Presley morou a maior parte do tempo. Mas não nasceu lá, como dizia Elton John: o menino de Tupelo. Fomos conhecer ambas. Para quem é fã do mito, vale a pena descer o rio Mississipi, passando por Helena, a terra do blues e Nashville (conhecida como Music City), um pouco mais afastado, mas imperdível em termos de música country. Mesmo que voce não se hospede, não deixe de conhecer o hotel Gaylord Opryland, um dos mais bonitos que vimos na vida.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

O Grande Gatsby


The Great Gatsby - 1974

A obra prima de F. Scott Fitzgerald levada para o cinema sob a atuação de Mia Farrow e Robert Redford. Amores perdidos, passado relembrado, burguesia, pecados enrustidos, diálogos intensos, fotografia excepcional, charleston dos anos 20 tocado e dançado a cada instante. Um drama-romance no velho estilo do cinema americano que arrebatou legião de fãs e premios da academia.

Dicas de Estados Unidos: Rhode Island, um dos seis estados no nordeste americano que pertence a encantadora região da Nova Inglaterra, possui na cidade de Newport uma atração a mais. As mansões do início do século XX. A maioria pode ser visitada e para quem não conhece os catelos europeus, vale a pena ver como viviam (ou ainda vivem) os milionários norte-americanos. Tem que ir de carro para apreciar cada paisagem e de preferência final de verão com início da primavera. O Grande Gatsby (assim como o filme True Lies) foi rodado na mansão Rosecliff, mas há outras mansões maravilhosas no caminho.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Alex & Emma - Escrevendo sua História de Amor


Alex & Emma - 2003

Luke Wilson e Kate Hudson (fazendo vários papéis) em duelo amoroso enquanto ele tenta escrever um livro em 30 dias para fugir à cobrança da máfia por envolvimento com apostas ilegais. Ela faz uma taquígrafa que tenta auxiliá-lo. Enquanto escrevem o livro, as histórias se entrelaçam. Para assistir a dois com direito a uma taça de vinho. E para quem gosta de literatura.

Dicas de Boston: morei na principal cidade da região da Nova Inglaterra e a capital de Massassuchetts é uma das mais belas cidades dos Estados Unidos. Boston concentra cultura em termos de educação (MIT (Instituto Massachussetts de Tecnologia), Universidade de Harvard, Boston University, Tufts University), música (a conceituada escola de música Berklee College e o New England Conservatory), a orquestra Boston Pops (do consagrado maestro John Willians, dos temas de Superman, Indiana Jones, Guerra nas Estrelas e tantos outros) e dos concertos gratuitos no belíssimo parque de Boston Common. Na saída do metrô tem uma limonada imperdível. Ande a pé, descubra a cidade, berço da colonização norte americana. Terra de Benjamin Franklin e da família Kennedy (não deixe de visitar o Memorial dos Kennedy).

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Crepúsculo


Twilight - 2008

Sei de adolescentes que viram o filme mais de uma vez, leram o livro em português e intercambistas que leram em inglês. Haja tanta sede de vampiro. Assistindo ao filme (mediano) entende-se o afã das meninas. A história é simples: Bella vai morar com o pai no estado de Washington, noroeste dos Estados Unidos e conhece a família vampiresca de Edward, o galã, como companheiro da aula de biologia. A atriz é fraquinha em termos físicos, justamente para destacar o vampiro. A cena do jogo de baseball é interessante, quando aparecem os outros vampiros. A fotografia, belíssima. É o primeiro filme de vários, por isso, preparem-se...

Dicas de Estados Unidos: o estado de Washington, no extremo norte e oeste dos USA, não pode ser confudido com a capital do país. É uma região fria, cheia de ilhas e rios. Tem Seattle (a sede da Microsoft e a casa de Bill Gates são pontos turísticos) como ponto de destaque (reserve meio período do dia para o Pike Place Market e coma por lá mesmo) e fica perto do Canadá, da belíssima cidade de Vancouver.

Dica de Viagem: cuidado com a passagem dos Estados Unidos para o Canadá e vice-versa, seja na região Vancouver/Seattle, como em Niagara/Buffalo ou mesmo Montreal e Quebec/Boston e Nova Iorque. Ambos os países exigem vistos, separados, ok ? Já soube de marido que tentou visitar o outro lado e não conseguiu. A esposa foi e ele ficou na fronteira conversando com o chefe da aduana, sem saber falar inglês... uma tristeza.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

A Falsária


A Good Woman - 2004

O título em inglês é muito mais feliz que o brasileiro. Helen Hunt faz uma mulher de vida fácil atrás de milionários que depois de tomar tanto na cabeça em Nova Iorque, resolve pegar um navio e ir para a Itália, na Costa Amalfitana. Tenta roubar o jovem marido da charmosa Scarlett Johansson, linda como sempre. A atuação de Tom Wilkinson é muito boa. Falta alguma pitada no filme, pois os diálogos do roteiro baseado no livro de Oscar Wilde são acima da média.

Dicas da Itália: A Costa Amalfitana é um trecho de curvas sinuosas e vista maravilhosas de aproximadamente 60 km, perto de Capri. Se for à ilha, não deixe de conhecer a gruta azul. Mas depende da maré, ok ? Meses ideais para ir: junho e setembro, ou seja, fim da primavera e começo do outono, pois nas férias de verão na Europa (julho e agosto), o local fica cheio demais. Destaque para a cidade de Amalfi, onde foi rodado o filme. Sorrento, outra cidade do trecho, fica a quase 300km de Roma.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Caminhos Desconhecidos


What Goes Up - 2009

Filme que não passou nos cinemas brasileiros e nem foi lançado em DVD. Tem que assistir na TV a cabo mesmo. Ficção + semi-documentário muito interessante que trata da relação aluno/professor ou jovem/tutor. Repórter de jornal de Nova Iorque é deslocado para o estado de New Hampshire para uma cidadediznha minúscula, onde nasceu a professora que embarcou na nave Challenger, que espatifou no ar logo após o lançamento. Só que ele vai para a cidade, 10 dias antes do lançamento. Ou seja, nós espectadores do filme sabemos o que vai acontecer, mas os protagonistas não. Mas o mais interessante é que a tônica do filme não é baseada nisso, mas sim na vida de um outro professor, amigo do repórter da época da faculdade. Vale a pena ver, rever, descobrir.

Dicas de Estados Unidos: a região da Nova Inglaterra (New England) abrange 6 estados no nordeste americano (Massachussets, Connecticut, Maine, Rhode Island, Vermont e New Hampshire). É uma região litorânea muito bonita, com destaque para a região de Cape Cod, Boston, New Bedford e a costa do Maine, com twin-lobster a US10 com direito a milho e na manteiga. New Hampshire, o estado retratado no filme, é o mais fraquinho deles. O que vale a pena é comprar lá, pois o imposto estadual é ZERO. O pessoal vai de carro dos outros estados efetuar compras em shoppings enormes e maravilhosos. Em Vermont, não perca as famosas cover bridges, as pontes cobertas de madeira vermelha.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

O Livro de Eli


The Book of Eli - 2010

Denzel Washington já fez coisa muito melhor. A história projetada para um futuro pós guerra nuclear é habitada por povos sem esperança, sem comida, racionamento de água. O interessante é o poder que está concentrado no livro que Denzel leva consigo rumo ao oeste. Para quem assistiu, uma pergunta: ele é cego ou não ?

Dica de São Francisco: o charme da California é San Francisco ou Frisco como as pessoas bronzeadas do oeste a chamam. O filme mostra o presídio na Ilha de Alcatraz como refúgio das coisas importantes do mundo depois da tragédia. Para visitar a ilha, moradia de Al Capone entre outros, os barcos saem do Fisherman´s Wharf, um lugar super atraente que dá para passar o dia inteiro com lojas e restaurantes. Mas não é barato conhecer Alcatraz. O ticket para jovem ou adulto está em US$ 26, o de criança US$ 16 e terceira idade (senior) é US$ 24,50. Vale a pena o family ticket (2 adultos + 2 crianças) que sai por US$ 76,00. Pode até ver a ilha de longe, mas não perca Frisco por nada !!!

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Por uma Vida Melhor

Away We Go - 2009

O diretor Sam Mendes escolhe atores desconhecidos como protagonistas para passear pelos Estados Unidos e Canadá e revelar as relações de amizade de forma profunda e sensível. O casal, na faixa dos 30 anos, está com a esposa grávida de 6 meses e mediante a viagem repentina dos pais dele para a Bélgica, resolvem visitar os familiares, amigos de faculdade, de infância e trabalho, com a intenção de mudar de cidade e poder criar a filha com alguém conhecido ao lado. Passeiam pelo Arizona, Montreal e Florida. Compartilhar felicidade, é o lema do enredo. Nem comédia, nem drama, um filme para assistir e refletir. A cena do casal no trampolim do quintal do cunhado fazendo promessas para a vida eterna, é memorável. Tente fazer isso com seu(sua) companheiro(a).

Dicas do Canadá: o país é imenso e praticamente dividido em Vancouver à esquerda, Winnipeg no meio, e à direita Toronto, Ottawa, Montreal e Quebec. Acima, gelo e urso polar. Montreal é belíssima, desde a vista do pico do Mont Royal (que dá o nome à cidade) e onde fica o Oratório de São José (réplica da Igreja de Sacre Coeur no bairro de Montmartre em Paris), às estações de metrô, o parque olímpico, a igreja de Notre Dame na Vieux Montreal, as cachoeiras nas estradas. A beleza do contraste do moderno com o antigo é constante. Dá para andar de metrô para tudo quanto é lugar. Se alugar um carro, pegue uma estrada ao norte e vá até Mont Tremblant, de preferência no outono (set/nov) para apreciar o folliage, quando a mapple leaf (folha símbolo da bandeira do Canadá) vai do verde ao amarelo, passando pelo vermelho. Inesquecível. Se tiver mais uns tres dias, visite Quebec, lindíssima. E pratique um pouco do francês, pois voce está na província dos quebecois...

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Happy Feet

Happy Feet - 2006

Um desenho animado com pinguins simpáticos agrada muito a criançada. Insira nele músicas de disco, Prince, Queen, sapateado, mensagens de preconceito e ecologia. Vira um cult para os adultos. Na versão original em inglês, é imperdível a voz de Robin Willians (principalmente cantando My Way, antigo sucesso de Sinatra) e na versão dublada para o português, Sidney Magal dá um show como o guru Amoroso.

Dicas da Antártida: já encheu a sacola de muamba de Miami, de ver as luzes da Torre Eiffel e assistir os musicais sem legenda da Broadway ? Próxima parada: Antártida. Tem excursões que Ushuaia, Terra do Fogo, na Argentina e outras das Ilhas Malvinas (aquelas em eterna briga com a rainha britânica). Tem que gostar de frio, ventos gelados, icebergs de diversas cores e tamanhos, bases científicas e pinguins. Quem vai a primeira vez, fica com vontade de voltar...

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

O Solista


The Soloist - 2009

Robert Downey Jr (já foi Chaplin e atualmente defende o mundo como Homem de Ferro) é colunista de jonral em Los Angeles e sem querer descobre Jammie Foxx, um sem teto e ex-músico da Julliard School (contemporâneo de Yo Yo Mah). Filme para quem gosta de música e sensível e interpretação excelente dos atores.

Dicas de Los Angeles: Se alguém falar para voce que conheceu LA sem carro é um esquizofrenico como o personagem de Jammie Fox ou não foi para a metrópole californiana. Então precisa pegar carro ? Precisa. E com isso vou enfrentar os congestionamentos ? Com certeza. Mas poderá desfrutar de Hollywood, do Chinese Theatre (onde tem a calçada da fama), da Universal Studios original, de Santa Monica, da Disneylandia em Anaheim, descer ao sul até San Diego (não vá conhecer Tihuana na fronteira do México. Fomos e perdemos a manhã inteira na volta. Achavam que éramos traficantes ou coisa parecida e cães farejavam o carro alugado, que ficou erguido, coisas de ianques...) ou ao norte para San Francisco. O site oficial da cidade traz dicas excelentes. Fique em um motel (redes diversas, perto das atrações) e economize na estadia.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Comer Rezar Amar


Eat, Pray, Love - 2010

Um best seller nem sempre vira um bom filme. Se a direção for falha e a atriz estiver passando por um momento inexpressivo na vida (Julia Roberts) nem o passeio pela Itália, Índia e Bali, salvam o filme. A fotografia do filme é incompatível com os lugares, o enredo fraco e os diálogos não mantem o ritmo do que seria uma aventura pelo mundo. Salvam-se alguns coadjuvantes (o texano na Índia) e Javier Bardem como o personagem brasileiro na última etapa da viagem. Abaixo da média. Mas acho que as mulheres gostarão pois 90% na sessão do cinema era do maravilhoso sexo feminino...

Dicas da Índia: é uma país de muitos contrastes e a pessoal tem que se libertar de shoppings, lojas de marca, trânsito em ordem. Para compreender e absorver tudo que uma viagem à Índia pode proporcionar é preciso estudar a sua história. A dica principal é fazer a viagem de excursão com guias especializados. Agora, se voce é meio porra louca, mochila nas costas e rumo aos caminhos de Nova Deli, Bombay e Calcutá. O site oficial traz dicas muito boas a respeito. Principais pontos turísticos: Forte Vermelho, Templo de Lotus e mesquitas (Nova Deli), Palácio do Marajá, Palácio dos Ventos e Amber Fort, passeio em lombo de elefante (todos em Jaipur) e Taj Mahal (em Agra).

Dicas de Viagem: em lugares como a Índia, vale a pena lembrar do consumo de água e comida. Água sempre em garrafa fechada. E as comidas são "tipicamente típicas", por isso, não estrague um passeio por uma experiência gastronômica arriscada.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Bom dia Vietnã


Good Morning Vietnam - 1987

Robin Willians dá um show sob a direção segura de Barry Levinson como locutor da rádio de notícias norte-americanas e incentivador dos soldados na estúpida (mais uma) guerra do Vietnam. Mesmo quem não gosta do ator, apreciará a maneira com que ele conduz o personagem e o envolvimento dele com um menino "inocente" vietnamita. Filme denúncia, ainda atual. Destaque também para o iniciante Forrest Whitaker, que veio a ganhar Oscar protagonizando Idi Amim anos mais tarde.

Dicas do Vietnam: Ho Chi Minh ou Saigon é o principal local de turismo no Vietnam. Caminhar pelas ruas é a maior atração com suas lojas e vendedores gritando as ofertas. Uma feira de cores e produtos. Visite o templo de Tam Si´n Hôi, a igreja de São Francisco Xavier e o Pagode de Giac Lam. Em Tay Ninh, 100 quilometros de Saigon, o templo Cao Dai celebra uma cerimonia todo dia ao meio-dia. A Península de Vung Tau é o local ideal para desfrutar a praia e o mar da China.


domingo, 17 de outubro de 2010

Minha Vida de Cachorro

Mitt Liv som Hund - 1985

Um dos filmes mais aclamados na década de 80, Minha Vida de Cachorro concorreu a 2 premios Oscar (roteiro adptado e direção), do cineasta Lasse Halstromm que depois dirigiu Chocolate e Regras da Vida. História do menino que é enviado para casa de parentes devido ao agravamento de saúde da mãe e se separa da amiga, do irmão e do cachorro. Como readaptar-se na vida é o tema do cult sueco.

Dicas da Suécia: a região recortada de lagos, rios, entradas de mar e ilhas da Suécia é belíssima, principalmente na primavera e no verão. A capital Estocolmo é tida como uma das capitais européias com maior variadade de lojas comerciais, restaurantes e hotéis fantásticos. Fica entre 14 ilhas e a beira do Mar Báltico. A cidade de Malmo, porta de entrada para a Europa continental, tem uma população representada por mais de 160 países e 100 línguas diferentes.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Uma Noite no Museu 2

Night at the Museum 2 - 2009
Para quem não viu o primeiro, pode ver o segundo sem susto. Pode não ser mais tão criativo, mas é mais engraçado, mais alucinado e haja personagem, desde Amelia (a americana que tentou cruzar o mundo de avião), a faraós, generais, índios, o pensador de Rodin, anjos voando, ou seja, uma miscelânea divertida dentro dos museus de Washington, capital dos Estados Unidos. Ben Stiller fazendo sempre o papel de Ben Stiller...
Dicas de Estados Unidos: a capital dos Estados Unidos foi construída para que o norte-americano não precisasse ir à Europa para ver museus. Não é bem assim... falta charme ao hamburguer. Washington é recheada de museus, mas o principal é o Aero Espacial, uma das atrações do filme.
Dica de Viagem: os puristas irão me crucificar, mas dá para chegar cedo na cidade e sair de noite passando pela Casa Branca na Avenida Pensilvannia 1600 (tem um trem turístico que passa por toda a cidade), pela belíssima estação de trem (um dos pontos do trem) e pela esplanada de museus , do Memorial do Lincoln ao Congresso ao fundo. Éramos em 3 casais. Chegamos as 9h da manhã de Toronto - Canadá de avião e fomos para Nova Iorque no trem das 21h. Doze horas de entra-sai, perna pra cá, foto pra lá, mas valeu a pena. Tem cemitério para quem gosta, Pentágono, prédio do Watergate e várias outras atrações bem ianques.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Estão Todos Bem


Refilmagem do clássico de Tornattore (com Marcelo Mastroianni) mostrando a relação de pai com filhos no continental Estados Unidos. Robert de Niro é o pai saudoso dos seus quatro filhos que moram em Nova Iorque, Chicago, Denver e Las Vegas. Resolve visitá-los de surpresa e descobre homeopaticamente a verdade da sua família. Um road-train-movie emocionante para quem é pai, quem é filho, quem é pai/filho. Entre os filhos, interpretação dos atores Drew Barrymore, Sam Rockwell e Kate Beckinsale.

Dicas de Estados Unidos: já falei anteriormente de NY e Chicago. Por isso, vou aproveitar e indicar os pontos turísticos de Colorado. A cidade mais procurada, principalmente no inverno, é Aspen. Além das montanhas para esquiar, a quantidade de bares, lojas e restaurantes sacia os olhos e esvazia os bolsos. Em Denver, a capital, o Museu das Américas é o único museu na região das Montanhas Rochosas e fica na Santa Fé Drive. Mas o melhor dessa região é explorá-la de bike, carro, barco, cruzando vales e rios em um dos cenários mais belos dos Estados Unidos.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Estamos Todos Bem



Filme Giuseppe Tornattore, com Marcelo Mastroianni, que provocou a refilmagem norte-americana de 2009 com Robert de Niro. Principais diferenças: as cidades (em vez de EUA temos Napoli, Roma, Milão, Firenze, Rimini), os filhos (cinco italianos contra quatro americanos), a trilha sonora (quem tem Morricone como parceiro, é outra coisa) e os óculos fundo de garrafa do pai italiano e as simbologias do filme italiano (o homem da antena, o congestionamento na estrada, o balão na praia, as andorinhas em Roma). Vale a pena ver os dois filmes para comparar. Tem cenas que foram repetidas identicas. O ator mirim do Cinema Paradiso faz um dos papéis do filho pequeno de Marcelo Mastroianni.

Dicas da Itália: no filme aparece um balneário italiano pouco conhecido em turismo pelos brasileiros: Rimini. O balneário no Marina Centro, o Velho Mercado (La Vecchia Pescheria) para compras e alimentação, o Museu da Cidade e é a terra onde nasceu Fellini em 1920. Se voce é cinéfilo, não perca a oportunidade de visitar a Casa Museo Fellini. Só fecha as segundas-feiras e no final de semana para almoço.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Festa de Babette


Francesa vai morar em pequena cidade litorânea dinamarquesa e através de banquetes que oferece aos moradores, vai mudando a postura de cada um. O filme mostra que o prazer pode existir sem culpa e que o céu pode ser acessado sem precisar da morte propriamente dita. Rubem Alves faz uma releitura excelente do filme. Os moradores inicialmente acham-na uma feiticeira. Só que do amor, da compaixão. Imperdível.

Dicas da Dinamarca: no início da década de 70, alguns hippies tomaram bases militares abandonadas nas proximidades da capital Copenhagen e fundaram a cidade livre de Christiania, sem leis, sem autoridades, autogestionada pelos moradores. Vale a pena conhecer a utopia do mundo moderno. Mas a capital dinamarquesa é famosa pelo Parque Tivoli (dá para passar o dia inteiro lá ou mais que um, caso queira), a estátua da Pequena Sereia, o Palacio de Amalienborg (pálácio real de inverno e onde tem a troca da guarda), passeio de barco pelos canais da cidade, o Castelo Kronborg (fica em Elsinore) e a imperdível rua Stroget, com suas lojas e restaurantes. É conhecida como a mais longa rua para pedestres do mundo.

Dicas de Viagem: slow food é uma expressão utilizada principalmente no século XXI para as pessoas, restaurantes e até cidades que adotam a atitude de que a refeição tem que ser saboreada, curtida, sem pressa. É justamente a oposição aos fast-foods inventados pelos norte-americanos e globalizados pelo novo capitalismo. Por isso, durante a sua viagem, sente para comer, observe as pessoas, olhe para o rio, faça um pic-nic embaixo da Torre Eiffel. A vida tem que ser apreciada slowly. Imagina o momento da refeição ?

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Missing - Desaparecido

Missing - 1982

Junte o diretor Costa Gravas, os excelentes atores Jack Lemmon e Sissy Spacek (pai e nora que não se dão), a trilha sonora de Vangelis, atores coadjuvantes que pincelam rapidamente a trama e um desaparecido na ditadura chilena da década de 70. O verdadeiro protagonista do filme é a omissão, a covardia, o poder, o totalitarismo, o cinismo... Assisti ao filme recentemente e continua atual e necessário para as novas gerações por questões e para noções de cidadania. E não pense que foi diferente no Brasil, na Argentina, Uruguai, Paraguai... Memorável, infelizmente.

Dicas do Chile: cercada pelas Cordilheiras dos Andes, Santiago é uma das capitais mais modernas da América do Sul e a cidade mais importante do Chile. Entre os seus atrativos estão a intensa vida noturna, museus, parques e a hospitalidade chilena. Além dos vinhos, claro. Não deixe de fazer uma excursão de degustação de vinho ao arredor de Santiago. Visite também as cidades litoraneas de Vinã del Mar e Valparaiso. O Mercado Central é uma das dicas de passeio pela capital chilena e excelente oportunidade para escolher um prato a base de frutos do mar.

Dica de Viagem: quando voce for visitar um parque, seja no Chile, no Brasil ou no Hawaii, preste atenção em alguns detalhes significativos. Não corte as flores nem as plantas que fazem parte daquele ecossistema. Não perturbe a fauna local, mesmo que o macaco jogue detritos em voce. Caminhe sempre pelas trilhas indicadas e não dê uma de Indiana Jones pelo meio do mato. Leve protetor solar, creme hidratante, água e sapatos especiais.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

A Rainha

The Queen - 2006

Infelizmente não é um documentário sobre o lendário conjunto de rock. É a história da Rainha Elizabeth II perante o trágico falecimento da Princesa Diana. A direção cautelosa de Stephen Frears e a interpretação da ganhadora do Oscar, Helen Mirren, mostram como realmente deve ser a rainha da Inglaterra: mais gelada que o iceberg que rasgou o casco do Titanic. Filme para ver apenas uma vez e olhe lá...

Dica de Londres: o Palácio de Buckingham com 775 quartos, 52 camas e 78 banheiros (dá para imaginar o gasto mensal com papel higiênico ???) já vale a pena ser visitado, mas imperdível é assistir a troca da guarda na frente do palácio que acontece diariamente de abril a junho as 11:30h, e no restante do ano em dias alternados. Se chegar perto do horário, não consegue ver nada do portão. Fomos duas vezes. A primeira chegamos as 11h. Nada. Na segunda vez, chegamos as 9h e sentamos na frente do portão. Valeu a pena. A visita ao palácio é feito regularmente de agosto a outubro e custa de 12 libras (adulto) a 10 libras (crianças acima de 5 anos). Metrô de referencia: St. James´s Park ou Green Park.

Dicas de Viagem: sabe aquelas cenas inesquecíveis de viagem que ficam na memória da gente para o resto da vida ? Estão muito ligadas ao primeiro contato que voce faz com a cidade. Descer no metrô embaixo do Big Ben (estação Westminster) é uma delas, assim como descer no metrô ao lado da Torre Eiffel ou chegar de carro na costa oeste americana e atravessar a vermelha e imensa Golden Gate antes de fazer qualquer coisa na cidade. Não perca essas chances...

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Invictus

Invictus - 2009

Sob a direção segura de Clint Eastwood (igual a vinho: quanto mais velho, melhor), Morgan Freeman é Nelson Mandela pós soltura do cativeiro de quase 30 anos e suas ações e reações na liderança da "nova" África do Sul. Em paralelo, Matt Damon, faz o capitão da medíocre seleção de rugby do país. Filme para assistir e refletir.

Dicas da África do Sul: depois da Copa do Mundo de 2010, o país teve destaque mundial. Lugar de aventura, vida selvagem, surf e cultura. Tem praticamente duas estações do ano: verão (de setembro a março) e inverno (de abril a agosto, quando foi disputado a copa do mundo de futebol mais fria que se tem notícia). As principais cidades são Cidade do Cabo (Cape Town), Porto Elizabeth (também conhecida como Cidada do Vento e com várias lojas e flea markets) e Bloemfontein. No encontro de dois oceanos (Atlantico e Índico), ergue-se a Table Moutain, origem do famoso vinho sul africano.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Curtindo a Vida Adoidado

Ferry Bueller´s Day Off - 1986

O título do filme em portugues é mais feliz que o original, que faz referencia apenas ao personagem principal. Filme cult que revelou Matthew Broderick, totalmente cínico, realizando o que todo aluno gostaria de fazer um dia: levar vantagem em cima dos pais, diretor de escola, da irmã mais velha e ainda curtir e aprender com a vida ao longo de um dia. A atriz que faz a irmã dele, Jennifer Grey que também estrelou Dirty Dancing, conseguiu a façanha de cair no anonimato... Todo filme de John Hughes (Garota Rosa Shocking) mostra o adolescente incompreendido pelos adultos e é uma doçura rever esse filme. A cena do Twist and Shout em plena avenida principal de Chicago é antológica.

Dicas de Chicago: ir até Wisconsin parece longe e fora do caminho tradicional turísitico dos Estados Unidos, mas vale a pena. Na beira do lago Michigan, Chicago é uma cidade belíssima e merece de 3 a 5 dias. A avenida principal e suas quadras com lojas chiques, conhecida como Magnificent Mile, é imperdível para bater perna. São quase 500 lojas e 300 restaurantes. O Shedd Aquarium possui o maior aquario interno do mundo e se voce estiver viajando com criança, é parada obrigatória. O Instituto de Artes de Chicago e a casa do arquiteto Frank Lloyd Wright são lugares imperdíveis para quem gosta de design. No meio de junho, o imperdível festival de Blues de Chicago ao ar livre, além das casas noturnas com jazz. Não deixe de subir no John Hancock Center, para ter uma vista maravilhosa da cidade e região, em um dos edifícios mais altos do mundo. Fica na North Michigan Avenue, nº 875. E não esqueça: é de Chicago que sai a famosa Route 66, atravessando o país indo até a California. E de onde passa o Rio Mississipi, passando por dez estados, cortando o país em duas partes e desembocando no Golfo do México.

Dica de Viagem: e por falar em Rota 66, leve o carro a 55 milhas por hora, sem pressa, vá parando em tudo que aparecer. Lembro-me que descobrimos, antes de St. Louis, uma cidade chamada Springfield (todo estado norte-americano tem uma cidade com esse nome; até no Simpsons...) onde está enterrado o presidente Lincoln. Pode até entrar de carro no cemitério e estacionar em cima do mausoléu dele. Para dormir: de tempos em tempos aparece um entroncamento com um motel de rede (Motel 6, Red Carpet, BH1, Super 8, que são mais baratos e limpinhos), um supermercado, um fast-food e algumas lojinhas, para variar. Obs.: um dos Motel 6 de Chicago é imperdível e fica a uma quadra da Magnificent Mile.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Transformers 2 - A Vingança dos Derrotados

Transformers - Revenge of the Fallen - 2009

Filme bem feito nem sempre significa filme bom. Na confusão de tiros, roteiro, robôs, o que vale a pena: o rosto de Megan Fox, imagens do Egito e a sensação de paz quando o filme termina. Fazia tempo que não via filme tão ruim... mas tem gosto pra tudo. Se voce gostou um pouco do primeiro, nem perca tempo. E dizem que vem o terceiro por aí... haja.

Dicas do Egito: quase todos os 70 milhões de habitantes vivem à beira do Rio Nilo, o que significa aproximadamente 1/30 da área do país. Se existem 7 Maravilhas no Mundo, o próprio Egito possui 7 maravilhas imperdíveis: Piramides de Sakara (imediações de Cairo - se puder vá de dia e assista também ao espetáculo noturno), Templos de Karnak e Luxor, Vale dos Reis e Rainhas, Cruzeiro pelo Nilo, Templo de Ísis (na ilha de Philae), Templos de Abu Simbel e Península do Sinai. Além da cidade de Cairo, a Esfinge, Canal de Suez, os recifes do Estreito de Tirana, o Museu do Cairo (dê um alô para Tutancamon)...Uma verdadeira aula de história.
Dica de Viagem: na maioria dos países africanos e asiáticos, opte por tomar água de garrafa, dessas compradas em supermercado. Ou vá de vinho, que é sempre bom... é que de manhã, nem o tinto nem o branco descem bem.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Amadeus

Amadeus - 1984

O explendido filme de Milos Forman deveria ser conhecido como a "A Eterna Batalha de Salieri versus Mozart" ou "O Comum versus a Genialidade". Pena que o mundo se contenta com os comuns...Se musicalmente, o austríaco deu um baile no italiano, na cerimonia do Oscar, o ótimo ator F. Murray Abraham levou a melhor em cima de Tom Hulce, que interpretou magistralmente Mozart com suas risadas marcantes, mesmo consideradas forçadas por alguns. Eu achei ótimo. Mas melhor é a trilha sonora genial. Filme para ver, ouvir, rever, ouvir, rever...

Dicas de Viena: a capital austríaca se orgulha de estar sempre mirando o futuro, com monumentos imponentes e vida cultural de primeira qualidade. Os grandes mestres da música clássica são reverenciados na cidade. Não deixe de assistir a um concerto da Orquestra Mozart de Viena. Respira-se música na ópera, nos museus, nos parques, em todos os lugares. Para conseguir assistir à ópera na Staatsoper exige planejamento, e a internet está aí para isso (vide site do Viena Ticket). E não perca a Sala Dourada do Musikverein, nem que seja para conhece-la durante o dia visitando-a. Foi construída em 1842, possui uma das melhores acústicas do mundo sem nunca utilizar recursos tecnológicos. Essa é uma das magias de Viena...
Dicas de Viagem: a corrente elétrica usada nos países do centro da Europa é 220 volts (como na cidade de Santos e pouquissimas cidades do Brasil). Por isso, cuidado ao ligar o secador de cabelo no banheiro, ok ? A língua oficial da Áustria é o alemão mas na maioria dos lugares é raro encontrar alguém que não fale ingles. Na hora de embarcar, cuidado com a mala. Observe o período em que for viajar, pois o inverno é rigoroso e não esqueça de um traje social se for assistir às óperas imperdíveis.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

O Fim da Escuridão

Edge of Darkness - 2010

Filme com Mel Gibson tem que ter sangue. E como ele não é do padrão TCNM (Tom Cruise Nunca Morre), pelo menos, o filme é mais realista. A trama é envolvente e não vale a pena contar o início, pois estraga a história de um policial as voltas com uma fatalidade na família.

Dicas de Boston: raramente coloco filme policial na minha relação de viagem/turismo, mas esse vale a pena pois o cenário é Boston, capital do estado de Massachussetts e o berço dos Estados Unidos. Tudo começou por lá e a região é conhecida por New England. Tem que pegar o carro e zanzar e parar e tirar foto e comer Clam Chowder, sentar no Boston Common para assistir aos concertos gratuitos de final de semana, descobrir o Museu da Criança e o de Belas Artes. Além de MIT, Harvard e a beira do Charles River. É uma das cidades mais bonitas dos EUA e pouco badalada. Vale a pena a visita !!! Mandem um beijo para Tia Disuei e pro Primo Rib...

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Dom Juan de Marco

Don Juan deMarco - 1995

Assistir um filme com Johnny Depp, Marlon Brando e Faye Dunaway, já vale a pena pelo talento. Se adicionar o romantismo inerente em cada frase, em cada acorde de violão flamenco (até Paco de Lucia participou da trilha), e se entregar de vez, será um filme que ficará na memória para sempre. O humor do filme fica melhor a cada vez que é assistido.

Dicas do Hawaii: a ilha de Eros, onde o personagem Don Juan perde o seu amor, é na verdade a North Shore de Oahu, a ilha mais habitada do arquipélago do Hawaii. Além das famosas praias de surf de Waimea, Sunset Beach e Pipeline, a região possui a simpática cidade de Haleiwa. Para estacionar o carro, sentar na praia, ouvir o ronco das ondas, as manobras radicais e passear pelas lojas de prancha e camisas floridas...

Dica de Viagem: alugue um Jeep com direito a capota, em vez de um carro tradicional quando for a qualquer uma das ilhas do Hawaii. A sensação de sair da Alamo, National ou Avis (que são as mais conhecidas) com um Jeep vermelho, é sensacional...

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Um lugar chamado Notting Hill

Notting Hill - 1999

Comédia romantica onde Julia Roberts faz o papel dela mesmo, uma atriz famosíssima que tromba literalmente com Hugh Grant na esquina da região de Notting Hill em Londres. A velha história do amor impossível do plebeu e a rainha. Filme fácil de ver e rever. Acompanhado, claro.

Dicas de Londres: Notting Hill é muito mais que o agito de sábado. Mas não deixe de fazer comprinhas na Portobelo Road, um mercado a céu aberto, apurar as delícias gastronomicas do descolado bairro londrino e tirar bastante fotos. A fauna humana é imperdível.

O Senhor dos Anéis

Lord of the Rings - 2001 a 2002



Voce pode não aguentar mais ouvir falar em precioso ou incompreender a gana do bando de desocupados com a finalidade de proteger um reles anel. Mas a trilogia de Peter Jackson baseada no texto de J.R.R.Tolkien (porque ele tem tanta abreviação de nome ???) da Sociedade do Anel, As Duas Torres e O Retorno do Rei será a obra prima do diretor do último (até hoje) King Kong. Já fiz o teste de assistir em um mesmo dia os 3 filmes, com direito a pipoca, filhos, guaraná e haja emoção. Ah, voce conhece alguém que também fez isso ??? Que bom, não sou o único lunático...

Dicas da Nova Zelandia: ok, voce acha que ir até a Australia é longe e caro. E ir até a Nova Zelandia é mais longe e mais caro... mas a viagem vale a pena. São duas ilhas principais de diversas ilhotas. O país é locação de vários outros filmes (Cronicas de Nárnia, Xena a Rainha da Selva (será ?)) e destaco as principais atrações relativas ao Senhor dos Anéis: Matamata (condado dos Hobbits), parque nacional Monte Cook (faróis das minas de Tirith), Arrowtown (pequena cidade perto de Queenstown, onde foram gravadas as cenas de fuga de Frodo pelo rio) e Nelson (onde fica JensHansen Joalheria, onde foram feitos os anéis). Ou seja, muita natureza, esporte radical, vulcão, neve de um lado e praia paradisíaca de outro. Além disso, a Nova Zelandia tem se tornardo destino de intercambio estudantil para diversos brasileiros, portanto, talvez voce seja "obrigado" a visitar o país um dia devido aos seus filhos...

Cinema Paradiso

Cinema Paradiso - 1988

Na entrevista do diretor Giuseppe Tornatore em Cannes sobre a escolha do ator mirim que fez o personagem Totó, quando o menino foi questionado sobre o seu nome ele respondeu: Salvattore, mas pode me chamar de Totó. A relação entre o menino, louco para ser o aprendiz do operador de cinema (interpretado com pujança por Phillippe Noiret), nos arremeta a infância, a fase de descobertas na passagem para a juventude, a batalha ingrata do rural x urbano, o primeiro amor perdido... Tornatore não precisava fazer mais filme algum depois desse. Obra prima para ser vista com o coração. A cena inicial do vaso na janela frente ao mar, a do cinema na praça e a final, quando Totó, já adulto resolve assistir a um filme editado do velho operador de cinema, são de tirar o chapéu e o lenço do bolso para as lágrimas. Um drama banal e encantador. Ainda mais com a trilha de Ennio Morricone...

Dicas da Itália: a cidade de Giancaldo representada no filme não existe com esse nome, mas faz referencia a várias cidades do Mediterraneo, até porque os figurantes foram contratados dessas cidades, inclusive o menino Totó. A praça principal do filme pertence à cidade de Palazzo Adriano, perto da província de Palermo, capital da região da Sicilia, a pontinha da "bota" do mapa italiano. Alugue um carro (checar o site das autoestradas italianas), saboreie toda a gastronomia mediterranea sem pressa em boa companhia e muito vinho. Cansou disso tudo ? Sente e olhe para o mar, que a canseira passa...

Amar... não tem preço

Hors de Prix - 2006


Audrey Tautou, a eterna Amélie Poulain, contracena com Gad Elmaleh, em meio a restaurantes e hotéis de luxo. Ele, como um garçom descontente com a vida e ela, habilidosa em golpe de baú, confundindo-o com milionário em férias. A comédia poderia ser mais caprichada, mas as locações valem a pena e levou mais de 2 milhões de franceses ao cinema.

Dicas de França: passear por Cannes e Monte Carlo é como sonhar de olhos abertos. Tudo bem que as praias do nordeste brasileiro são mais bonitas, mas o charme do sudeste da França é inquestionável. Junto da chiquésima Saint Tropez e Nice, Cannes forma a dobradinha da Riviera Francesa (Cote D´Azur) com carros, cassinos, hotéis, restaurantes e iates de luxo. Distancia de Nice a Cannes: 41 km. Dica 1: não vá no inverno, pois o tempo e o humor muda da água (Perrier) para o vinho (não frances...). Dica 2: alugue uma lambreta !!! Se Monte Carlo não fosse chique, não seria chamada de Principado de Mônaco, né ?

Joana D´arc de Luc Benson

The Story of Joan of Arc - 1999

O longo filme de Luc Benson arrisca colocando a modelo Milla Jovovich como Joana. Bela, mas falta talento para uma personagem tão forte. John Malkovich está excelente (para variar) como Rei Carlos VII, durante os árduos tempos da Guerra dos Cem Anos na França. A expressão de John na cena em que Joana precisa distinguir o rei entre os súditos no castelo de Chinon é impagável. Vale como curiosidade histórica.

Dicas da França: se voce estiver subindo a França em direção à Paris de carro e entrar na região do Vale do Loire, pegue à esquerda na direção da cidade de Chinon, com a estupenda população de menos de 3000 habitantes. Do outro lado da margem aparecerá o Castelo de Chinon, onde Joana D´Arc reconheceu o rei. O lugar é uma graça. Nas informações turísticas, peça o mapa do centro e caminhe. Descubra a casa, onde segundo contam, morreu o Rei Ricardo Coração de Leão. Ah, voce quer saber se ele existiu e andou por lá ? Eu fui, fotografei e isso bastou...

Dicas de Vinho: por toda a região do Vale do Loire, voce vai deparar com vinícolas inscrustradas nas pedras. Pare, deixe se levar para dentro da caverna e saboreie vinhos brancos, rosés e tintos direto do produtor. Dá para ficar um mes experimentando todos...

quarta-feira, 17 de março de 2010

Uma Noite no Museu

Night at the Museum - 2006

Ben Stiller, fazendo o papel de sempre mas com fãs pelo mundo todo, é obrigado a trabalhar como vigia noturno de um museu em Nova Iorque onde os "residentes" adquirem vida, do esqueleto do dinossauro ao soldadinhos de chumbo. Diversão garantida e um passeio "digrátis" pelo Museu de História Natural da cidade. Robin Willian como o presidente Teodore Roosevelt está muito bem. É para assistir com direito a pipoca, groselha e criançada.

Dicas de New York: a cidade oferece aos seus visitantes o Times Square, a Estátua da Liberdade, o prédio da ONU, o Central Park, as lojas de departamento, o Empire States, o espaço onde ficavam as torres gêmeas e os museus imperdíveis do Metropolitan e o de História Natural, onde foi filmado a Noite do Museu. O preço dos tickets vão de US$ 9 (crianças) a US$ 16 (adultos). E é interessante levar a criançada mesmo. Fica aberto das 10h da manhã até as 17:45h e só fecha no Thanksgiving e no natal. Reserve um tempinho no final da visita para conhecer a loja do museu que vende souvenirs (camisas, canecas, chaveiros, bonés) + livros, telescópios, microscópios, quebra-cabeças diversos, dinossauros, robôs, jogos, meteoritos, uma verdadeira loucura infanto/juvenil. Haja cartão de crédito !!!

sexta-feira, 12 de março de 2010

Bonecas Russas

Les Poupées Russes - 2005

Comédia romântica que poderia ter meia hora a menos que ficaria mais saborosa. Mas os passeios do protagonista por Paris, Londres e São Petersburgo, valem a pena. Roteirista de TV busca a mulher da sua vida entre a ex-namorada agora-militante-mãe-solteira-com-filho-pequeno (Audrey Tautou, pena que num papel pequeno, pois a eterna Amelie Poulain rouba sempre a cena), atendente de loja feminina, modelo famosa, amiga de infância, e por aí vai. Reparem que a ex-namorada tem características de Paris, a amiga de Londres e a modelo-capa-de-revista com São Petersburgo...

Dicas da Rússia: a grandiosa cidade de São Petersburgo (ex-Leningrado) é o portão de entrada da Rússia, com seus palácios de Inverno, de Verão, o Stroganov e o Beloselsky. O de Inverno abriga a Catedral de Isaac e o Museu Hermitage, uma dos mais belos do mundo com mais de 3 milhões de peças artísticas. Não deixe de sentar à frente do quadro A Volta do Filho Pródigo de Rembrandt e também tema de livro. As noites de verão são claras e o crepúsculo nos remete a Dostoievisk. Outros preferem janeiro, pleno inverno russo, com a cidade coberta pela neve. Não deixe de fazer um passeio de barco pelo rio Neva e pelos 4 quilometros da avenida Nevski Prospect, comparada à Champs Elysées de Paris. Realmente não pode existir cidade russa mais charmosa, pois Tchaikovsky e Stravinsky enfeitaram-na de notas musicais.

Maria Antonieta

Marie Antoinette - 2006

Sob a direção de Sofia Coppola (o primeiro filme dela, Virgens Suicidas , com a mesma atriz como protagonista, é bem melhor), Kirsten Dunst interpreta a rainha do título desinteressada pelo poder de decidir o destino de uma nação. O que lhe interessava era o glamour. O povo deu a resposta perante a futilidade dela. Vale a pena ver pelos vestuários, banquetes, doces e pelo cenário esplendoroso do Palácio de Versailles. Como referência histórica, deixa a desejar, ou a vida dela era tola assim mesmo. Prefiro a norte-americana Kirsten em Wimbledon - O Jogo do Amor ou Elizabethtown, do que fazendo papel de rainha francesa. E olha que ela ganhou premio de Melhor Atriz em Cannes por esse filme...
Dicas da França: o Palácio de Versailles é imperdível e a principal dica é: chegue cedo e passe o dia inteiro, contemplando os cômodos reais. As excursões costumam chegar em torno da 10h e as filas se esparramam na frente do conjunto de prédios. Como a bilheteria abre as 9h, esteja lá as 9h. E não é difícil, pois Paris fica a uma hora de distancia de carro/onibus. Se estiver em Chartres, idem (se for se hospedar entre Versailles e Chartres, transforme-se em nobre e opte pelo Chateau Domaine de Villeray). O preço da entrada em Versailles é 15 euros. Se voce estiver visitando o Palácio durante a exibição das Fontes Musicais (25 euros), que vai de abril a outubro, vale a pena largar o corpo no maravilhoso jardim do palácio e curtir o momento. Conheça o mundo de Maria Antonieta na casa de campo e nos Trianons em anexo ao complexo. Consulte se nos sábados e domingos tem apresentação equestre (21 euros). Os doces do filme foram confeccionados pela Patisserie Ladurée, que possui uma filial no próprio palácio e até no Japão e Inglaterra. Comi um croissant de amendoa na loja do Champs Elysées (na avenida de mesmo nome, nº 75) inesquecível...

quinta-feira, 11 de março de 2010

Capitão Corelli

Capitain Corelli´s Mandolin - 2001

Nicolas Cage, Penelope Cruz e Cristhian Bale (o último Batman - Cavaleiro das Trevas) formam um triangulo amoroso na Grécia, durante a segunda guerra mundial. Conflito da cultura grega com a italiana e alemã, da educação refinada contra trabalha braçal, tudo embalado pelo bandolim do capitão italiano que chega à cidade e se encanta pela filha do médico. Irene Papas e John Hurt abrilhantam a película, mas o ideal seria que os habitantes falassem grego e não o ingles. Vale pela fotografia belíssima e por ser um filme para ver a dois...


Dicas da Grécia: o filme foi totalmente filmado na ilha de Cefalônica, na Grécia (para eles é Kefalonia), e as imagens dizem tudo. Na cena noturna, quase ao final do filme, o mar Jonico surge verde transparente na tela. De dia, o peculiar azul espetacular. Para chegar à ilha pode partir de cruzeiro ou ferry da Itália (Bari, Veneza, etc.) ou das ilhas gregas próximas (Corfu, Lefkas ou Zante) ou mesmo via avião de Atenas (45 minutos de vôo), Londres ou Vienna, em direção à capital Argostoli. Outros pontos turísticos: ponte de Drapano, igreja de Agia Paraskevi e o castelo Paleokastro. Não deixe de apreciar o vinho, os queijos, os cookies com aniz e os diversos bolos. Os melhores hotéis para ficar na ilha: Mirabel Hotel (bem no centro da cidade com vista para a baía de Argostoli), Sami Beach Hotel (com direito à cordial hospitalidade grega da família Doriza, na praia de mesmo nome, perto do pier com saída para outras ilhas) e o romântico 4 estrelas Emelisse (fincado na costa rochosa com vista para o mar; fica a 45km do centro mas o por do sol é inesquecível).

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Romeu e Julieta

Romeo and Juliet - 1968

Tinha 7 anos quando o filme foi lançado e demorei quase 20 para vê-lo em um dos maiores cinemas de Santos, o Cine Caiçara, hoje demolido. Estava muito bem acompanhado, por sinal. Fui devastado pelo texto de Shakespeare, pela candura da atriz Olivia Hussey (que depostou para o anonimato...) como Julieta e mesmo sabendo do final do filme (quem não sabe como termina a história ?), gostei muito das locações, da trilha sonora, da apaixonante e tola maneira de encarar as dificuldades da vida. Por isso vale a pena apaixonar-se...

Dicas de Verona: já dizia um amigo meu que Verona foi feita para caminhar. Aconchegante cidade do Vêneto mesmo assim é a segunda cidade depois de Veneza da região e só perde em ruínas para Roma. Curta os bares na rua da medieval Praça delle Erbe e que é o centro comercial da cidade. Fotografe os imensos portões da praça Brà e a poucos passos fica o Palacio della Gran Guardia. Existe um tur motorizado que cruza diversas vezes o rio Adige e passa pelos principais pontos turísticos da cidade. Cheque a programação do Arena, um anfiteatro romano totalmente conservado, que costuma apresentar shows, de ópera à rock. A famosa cena do filme na sacada da residencia da família de Julieta fica na via Capello número 27. E além disso tudo, Verona é a região dos vinhedos Valpolicella e Bardolino. Haja declarações de amor em Verona...

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

A Noite de São Lourenço

La Notte di San Lorenzo - 1982

Considerada a obra prima dos irmãos Paolo e Vittorio Taviani, tem que ser apreciada com vinho da Toscana e boa companhia. Pode ser branco ou tinto, o vinho claro. Quase no final da Segunda Guerra Mundial, a peregrinação de um grupo de pessoas da pequena cidade de San Martino pelo caminho que aparece em nossas vidas, faz com que os personagens revejam seus valores, percam as esperanças, mortes estúpidas aconteçam. Tudo contado pela visão de uma menina de 6 anos de idade. Para ver, rever, guardar no coração.

Dicas da Toscana: uma das melhores coisas a fazer para conhecer a Toscana na Itália, é alugar uma casa na região e não contar os dias. Passear por toda a região, saboreando o pão, as feiras, o azeite, a história, os queijos, as vilas, os embutidos e principalmente os vinhos. As principais cidades são: a capital Firenze (conhecida pelos brasileiros como Florença), centro histórico de Arezzo, Livorno, Pisa, Siena, entre outras. Não deixe de apreciar a Ponte Vecchio sobre o Rio Arno, o Davi de Michelangelo na Galeria Della Academia, as sepulturas do próprio Michelangelo, Dante e Galileu Galilei na igreja de Santa Croce, Casa Buonarroti (antiga residencia de Michelangelo). Isso só para falar de Firenze... acho que uma semana na região, não dá.

King Kong

King Kong - 1976

O filme é sobre um grande macaco capturado em uma ilha e levado para a cidade grande, mas presente na memória estão os olhos em transe de Jessica Lange, no ápice da beleza, tomando banho de cachoeira acolhida pelas mãos do primata. Jeff Bridges faz parte do trio amoroso. As refilmagens anterior e posterior de King Kong merecem ser vistas também, mas Jessica só existe uma.

Dicas do Hawaii: no filme do King Kong, o barco sai do navio de exploração de petróleo e mergulha no nevoeiro que cerca a ilha. Quando a vista alcança a terra firme, eis uma praia paradisíaca. Estamos na ilha de Kauai, mais precisamente na Na Pali Coast, um dos lugares mais belos do mundo. Só quem conhece, sabe o que estou falando. A praia mostrada no filme é a Honopu Beach e o acesso pode ser feito via barco, trilha ou helicóptero. Kauai oferece muito mais que Na Pali Coast. Outro passeio imperdível na ilha mais deserta do arquipélago do Hawaii é conhecer o canyon Waimea. Seja do aeroporto Lihue ou do navio de cruzeiro ancorado no porto de Nawiliwili, se voce pegar à sua direita, em duas horas chegará a praia de Kee Beach, fim da estrada e início da Na Pali Coast. Se pegar à sua esquerda, vai passar pela vilas de Kalaheo, Eleele e beirando à praia chegará à entrada (à direita) da Waimea Canyon State Park. Se Na Pali Coast é um dos lugares mais lindos do mundo, o canion de Waimea é outro. E não esqueça: para conhecer o Hawaii tem que levar a vida slowly como me ensinou a havaiana na aula de ukulele...
Dica de viagem: pegou o avião em direção ao arquipélago do Hawaii ou Caribe ou Fernando de Noronha, ou seja, onde tem mar e peixe colorido, compre um snorkel com pé-de-pato e divirta-se. Nas principais redes de supermercado Wallmart ou KMart, um jogo do equipamento custa de US$ 15 a US$ 20, da marca USDivers, que serve muito bem para o intento. Em loja especializada de mergulho ou surf, sai mais caro. Mas não quer comprar ? Alugue nas principais praias (de US$ 5 a US$ 10) e não deixe de ver o Humuhumunukunukuapuaa, peixe símbolo do Hawaii. Não foi extinto até hoje pois enquanto o mergulhador fala o nome do peixe, ele já foi embora...